terça-feira, 8 de outubro de 2013

A língua inglesa e sua influência no mercado de trabalho


O Inglês já se tornou uma das principais características para obter as melhores vagas de emprego no mercado de trabalho, pois dominar este idioma está sendo considerado um requisito básico na hora da contratação. Além de proporcionar melhores oportunidades de trabalho, ter um bom conhecimento desta língua ajudará as pessoas a serem promovidas ou simplesmente garantirá estabilidade em seu emprego.
Foi comprovado, por meio de pesquisas, que o salário de uma pessoa que sabe falar inglês, aumenta 30% em relação ao salário de outra que fala apenas um idioma. Por ser a principal língua falada hoje no mundo, as empresas estão exigindo cada vez mais pessoas que falem inglês fluente, para diversos cargos e até já estão sendo rejeitados os currículos que não possuem este requisito, antes mesmo que a entrevista seja realizada. Isso acontece devido a um crescimento enorme do mercado de trabalho e a um aumento significativo de negociações entre as empresas brasileiras e estrangeiras, visto que o inglês é a língua dominante para comunicações internacionais.
Desta forma as universidades, cientes da importância da língua inglesa no meio social e profissional, estão avaliando cada vez mais o conhecimento deste idioma em seus vestibulares. Sendo assim, não é apenas o profissional que está atuando no mercado que precisa saber inglês, mas também aquele que deseja ingressar em uma faculdade.
Nos países em que o inglês não é língua nativa, as pessoas que dominam este idioma se destacam pelo fato de possuírem certa habilidade de comunicação, com isso terá facilidade ao administrar reuniões, realizar apresentações e redações de relatórios, etc. Portanto, ter conhecimento de língua inglesa não é apenas um diferencial, mas sim um pré-requisito necessário para ter sucesso na vida profissional.

Tatiane Buratto
Acadêmica da 6ª fase do Curso Secretariado Executivo - UNESC

Powered by 123ContactForm | Report abuse