domingo, 10 de novembro de 2013

Comitiva italiana participa de inauguraçaõ de estátua de São Martinho, em Siderópolis

A comunidade de São Martinho recepcionou, na manhã de domingo, 10, uma comitiva italiana capitaneada presidente da Associação Bellunese Nel Mondo Oscar de Bona, em Siderópolis. Em uma missa festiva, os representantes italianos participaram do evento religioso que marcou a chegada da estátua vinda de Belluno (Itália) em terracota, feita pelo escultor italiano Alex Zanella. E também da inauguração do momento das 45 famílias que chegaram à comunidade.
O bispo de Balsas (MA), dom Enemézio Lazzaris, natural de Siderópolis presidiu a cerimônia junto com o páraco Itamar Mazzuco. Em sua pregação ele enalteceu a importância de reviver a história dos antepassados quer vieram de Tortona, local onde está ano este pregando o tríduo em honra de São Luís Orione, no Santuário de Nossa Senhora da Guarda e participou de uma audiência geral com o Papa Francisco realizada na Praça de São Pedro, no Vaticano. “Ao relembrar a São Martinho, disse que aos fiéis que procurem imita-lo. O cristão que for capaz de ser compadecer com os irmãos, sempre mais procurará que a fé seja sólida, convicta. Precisamos conhecer mais a nossa fé e aprofundá-la”.
Após a cerimônia aconteceu o ato religioso, cultural e histórico para a comunidade. “A iniciativa do prefeito Cesa em colaborar para a vinda da estátua foi fundamental.  Com representante italiano trabalho no sentido de integrar o Brasil com a Itália. Queremos sempre estreitar laços de amizade e nós sabemos que aqui existe uma parte da Itália”, comentou o presidente da Associaçao Bellunesi nel Mondo, Oscar de Bona.
O prefeito de Siderópolis, Helio Cesa, o Alemão disse estar orgulhoso e receber a comitiva italiana. “A comunidade de São Martinho é humilde, guerreira e de muita fé. O São Martinho intercedeu para que todas as dificuldades para a chegada da obra de arte até aqui. Não posso deixar de agradecer a generosidade do artista Alex Zanella em nos presentear com a obra de arte. E também ao Joelson Comin pela ideia de trazer a obra e a Associação Belluni de Siderópolis. E um momento importante, histórico. Desejo que tenhamos um congraçamento, não só cultural, mas social para que possamos nos aproximar e vivermos os dois povos como irmãos”, finalizou o Alemão
A   presidente da Associação Bellunesi de Siderópolis, Maria Rossa, agradeceu oas ítalos-brasileiros, ao bispo Emenesio e aos visitantes em especial ao presidente da ABM, arquiteto Oscar de Bona. “Agradeço também a prefeito Alemão por sua parceria com a associação, vestindo a camisa, empunhando a bandeira e caminhando lado a lado, para que a nossa cultura e história possam ser escritas pelo nosso povo.” 




Powered by 123ContactForm | Report abuse