sexta-feira, 11 de abril de 2014

Câmara de Siderópolis comemora os 20 anos de fundação da Associação Bellunesi com Sessão Solene


 Em noite de festa, a Sessão Solene da Câmara de Vereadores de Siderópolis em homenagem aos 20 anos de fundação da Associação Bellunesi Nel Mondo, contou com a presença do prefeito Helio Cesa, o Alemão, do vice-prefeito Roni Remor, o Lilo, da primeira-dama Nadir Fonatanella Cesa, da presidente da Associação Maria Rossa Gross, do grupo de canto Bellunese Mi Son Da Bellun, além dos ex-prefeitos Dilnei Rossa e Douglas Gleen Warmlinga, o Guinga, entre outras autoridades de entidades do município.
Com o salão cheio, as homenagens iniciaram com uma leitura do histórico da associação feita por João Lazzaris Neto, que relatou as ações mais importantes e as conquistas da associação nesses 20 anos, como a reunião para a escolha do nome da associação, a formação do grupo de canto Bellunesi e a data de 10 de abril de 1994, que foi o dia oficial para registrar a instalação definitiva da associação.
Em seguida, o presidente Romildo Soares, destacou a alegria e satisfação de celebrar os 20 anos da associação que sempre enfatizou a importância de valorizar e fortalecer a cultura italiana no município. “Precisamos cultivar e manter nossas origens e tradições, pois são valores muito ricos para a sustentação e manutenção da cultura italiana em Siderópolis”, afirmou Soares.
O prefeito Helio Cesa, o Alemão, ressaltou que é preciso manter a tradição italiana, bem como a gastronomia, cultura e valores que os colonizadores trouxeram. O chefe do executivo ainda recordou sua participação na reunião de fundação e primeira diretoria da associação. “Quanta coisa boa aconteceu nesses 20 anos para nosso município. Vamos continuar com essa parceria para que a associação se fortaleça cada vez mais”, garantiu Alemão.
A presidente da Associação Bellunesi, Maria Rossa Gross, agradeceu à Câmara de Vereadores de Siderópolis pela homenagem e comentou a boa parceria com o executivo. Ela elogiou o trabalho dos membros da associação que faz com que a mesma tenha a confiança e credibilidade de todos. “Nossa associação é coragem, desafio, fé e trabalho herdados dos nossos antepassados”.
Na ocasião, foram homenageados com uma placa de honra ao mérito a presidente Maria Rossa Gross, o fundador e ex-presidente José Crepaldi, o membro efetivo e fundador Silvio Piacentini e o Grupo de Canto Bellunesi Mi Son da Bellun pelos relevantes serviços prestados nos 20 anos de história.
Mais um marco na caminhada da associação, a Sessão Solene foi marcada por muitas lembranças e histórias vividas por todos integrantes.
A Associação Bellunesi Nel Mondo – Familia de Siderópolis (Nova Belluno), é uma entidade civil, sem fins lucrativos, fundada em 10 de abril de 1994.

Os seus objetivos sociais de acordo com os seus estatutos são a filantropia, de carater assistencial , social e cultural. Neste contexto se insere a congregação de pessoas de descendência italiana, especialmente os da Provincia de Belluno, sob a luz dos mais amplos princípios cristãos; a promoção de atividades cívicas, religiosas, culturais e recreativas para a manutenção das tradições Belluneses e italianas; a promoção de intercâmbios com as demais associações italo-brasileiras.

Dentre os objetivos primordiais destaca-se aquele que faz parte da ata de fundação, em 10 de abril de 1994, quando o sr.Dr. Luigi Barindelli, DD. Presidente do Conselho Geral dos Italianos no exterior, enfatizou e falou em nome dos belluneses, que era o de resgatar o nome de fundação do município: Nova Belluno. Desde então, luta incansavelmente para anexar ao nome de Siderópolis: Nova Belluno ou Belluno!.

O endereço (provisório) da associação fica na Rua Gastão Bicca de Oliveira, no. 658, centro, em Siderópolis, SC.

Em 12 de dezembro de 2006, a Associação Bellunesi Nel Mondo – Familia de Siderópolis (Nova Belluno) foi contemplada com a doação pela municipalidade, através da Lei no. 1.660, de um terreno com área de 1.594,08 m2, na Rua Diomicio Freitas, s/no. (entre a medicar e a APAE, para a edificação de um Museu e para a sua sede social, na a gestão do prefeito Douglas G.Warmling.

Os eventos mais marcantes da Associação são: Diversas obras efetuadas no Rio Jordão através de doações dos nossos co-nacionais italianos; A doação de verbas para a APAE; a participação de diversos encontros de corais com o "Grupo de canto Mi Son da Bellun"; a participação ativa nas festas do colono; inserção no curriculum escolar municipal da matéria "Lingua Italiana"; a participação, juntamente com a Alasi, no projeto de Lei que sugeriu a data oficial da fundação de Nova Belluno, ou seja dia 18 de julho, pois as primeiras famílias aqui chegaram em 18 de julho de 1891, cujo projeto, aprovado pela Câmara Municipal, foi sancionada através da Lei no. 1.925 em 28 de fevereiro de 2011.;
participação efetiva na promulgação da Lei 1.859 de 16 de dezembro de 2009 que institui o "Pacto de Amizade" com a cidade de Belluno, na Itália;

Dentre os acontecimentos mais marcantes de nossa caminhada, devemos destacar que: depois de iniciarmos, em 2009, o movimento "pró-Belluno", reascendemos o sentimento de amor pela nossa terra, gerando no povo uma curiosidade acerca da nossa história, fazendo com que diversos escritores se manifestassem através da edição de livros e crônicas sobre este tema.

Em Out e Nov de 2013 a Associação Bellunesi trabalhou arduamente para trazer da cidade de Belluno, na Itália a escultura de "San Martino", padroeiro da Província, doada pelos moradores locais, para ser instalada na Capela de São Martinho Alto, no nosso município de Nova Belluno-Siderópolis, obra do escultor italiano Alex Zanella.

João Lazzaris Neto - contador e pesquisador.
HD 2,5/ASSOC.BELLUNESI/HISTORICO










CRONOLOGIA DOS EVENTOS QUE MARCARAM A HISTÓRIA DA ABNM


COMUNIDADE CAMINHANDO COM A A.B.N.M.

06/12/93 – Primeira reunião da comunidade com a finalidade de preservar a língua e a cultura Italiana, através da possível criação de uma entidade para este fim. Presentes 18 pessoas, estabelecendo a diretoria Provisória, com José Crepaldi na Presidência e o Vigário da Paróquia Pe. Braz Ricardo como Presidente de Honra.

21/12/93 – 2ª. Reunião. Objetivo: a escolha de um nome para a Associação. Presentes: um grupo da ABM de Urussanga, liderados pelo sr. Hedi Damiani, Presidente, cujas explanações giraram em torno da preferência pela Associação Bellunesi, em Siderópolis-Nova Belluno, cujos nomes mais fortes estariam em torno da proveniência da maioria de nossos Imigrantes da Província de Belluno, na Região do Vêneto , e em frunção do nome de Batismo de nosso núcleo, ou seja: Núcleo de Nova Belluno.
Por votação nominal, optou-se pela criação da Associação Bellunesi.

10/01/93 - 1º. Evento da ABNM – Jantar em homenagem a um grupo de italianos em visita ao município.

24/02/94 – Aprovação dos Estatutos e abertura de matrículas para o Curso de Língua Italiana para adultos, em período noturno, ministrado pelo Pe. Braz Ricardo.

10/04/1994 - Ata oficial para registrar a instalação definitiva da ABNM, com a presença das seguintes autoridades:
- Dr. Luigi Barindelli – CCI – Centro de Cultura Italiana PR/SC;
- Dr. Lucio Ubiali – Prefeito Municipal;
- Itamar Benedet – Trevisani nel Mondo;
- Nei Manique – Bellunesi – Criciúma;
- Domingos Colombo – Circolo Bergamasco;
- Hedi Damiani – Bellunesi – Urussanga ;

16/06/94 – Discussões sobre a possibilidade da criação de um Grupo Folclórico para manter os costumes e as tradições italianas, que aqui chegaram com a vinda dos Imigrantes Italianos;
Primeira participação da ABNM na festa do Colono do Município;

19/06/94 – Já está formado o grupo de Canto Bellunesi, com o objetivo de registrar cantigas folclóricas, especialmente as italianas.

07/05/95 – Encontro festivo da Família Bellunesi, num almoço de confraternização na capela de Rio Albina. Foi oficializada a criação do Grupo de Cantores Bellunesi.

13/06/95 – Almoço da Associação na localidade de Rio Albina com a presença do músico Vittorio Ledra de Brusque. Foi anunciado que o próximo dia 28 de julho estaria se apresentando na Igreja Matriz, uma Orquestra Fisarmônica Italiana.
Foi anunciado que em Dezembro próximo seria realizado o Gemellaggio entre a cidade de Forno di Zoldo e Rio Jordão; já está sendo agilizada a formação do Grupo de Danças Folclóricas. A ABM ficará encarregada da hospedagem da comitiva de italianos que virão para o Gemellaggio.


08/12/96 – Solenidade de formatura da 1ª. Turma do Curso de Língua Italiana para adultos;

07/03/97 – Leitura do Projeto de Lei que prevê a inclusão do ensino de Língua Italiana no currículo das Escolas Municipais;
Comunicação da entrega do Gonfalone ( Estandarte) à ABNM, que será feita no próximo mês de novembro, quando aqui estará uma delegação de italianos;

07/10/97 – Foi anunciado que no dia 13/11 às 19,00 horas na Igreja Matriz seria celebrada uma missa festiva em italiano, com a presença do Bispo de Belluno.it, Don Pedro Bollo. Na ocasião será entregue à ABNM, o Gonfalone (estandarte) que é o símbolo máximo da
Associação, com a presença de autoridades locais e autoridades italianas. A seguir, jantar de confraternização no Siderópolis Clube.

23/10/97 – Organização da vinda a Siderópolis- Nova Belluno da dupla I Bellumati para apresentação no Siderópolis Clube em 29/10.

12/11/97 – Introdução do ensino da Língua Italiana nas Escolas Municipais, para o próximo ano, com as professoras Maria Zelma Donadel, Maria Anita Savi Frello; Maria Rossa Gross e Selita Sachet Cesa, as quais serão encaminhadas para a Itália para curso de aperfeiçoamento;

14/04/98 – Anunciada a visita a Siderópolis-Nova Belluno do Cônsul Italiano Giani Picatto, em 25/04 próximo;

16/04/98 - Realização da Assembléia Geral Ordinária da ABNM-Familia de Siderópolis; Após a composição da mesa o Presidente José Crepaldi saudou os presentes e passou a palavra ao Pe. Braz, Pároco e Presidente de Honra, que fez as preces iniciais; ressaltando o compromisso do resgate da língua italiana e a preservação da cultura das origens; outra conquista: o Presidente da ABNM passou a fazer parte do COMITES; estabeleceu-se como 1º. Projeto a italianidade em nosso município: quantos somos? De onde viemos? Por isso conta-se com a UNESC na montagem do Projeto

04/05/99 – Participação da Associação Bellunesi na Festa da Porca Pipa com a presença do Grupo de Canto Mi son da Bellun e do Grupo de danças; Foi sugerido o título de cidadão Sideropolitano aos srs. Luigino de Fanti e Michelangelo Corazza;

10/08/99 Participação da ABNM no concurso miss Itália nel mondo em Porto Alegre. Juliana Carminatti Demétrio nos representou e foi eleita miss Simpatia; tratativas para criação de um museu: formou-se uma comissão para visitar famílias tradicionais e coletar objetos que serão destinados ao museu;

19/08/99 – Reunião extraordinária com a presença do Dr. Luigi Barindelli e autoridades regionais; dentre os assuntos destaca-se:
Tratativas para a gravação de um CD com canções do folclore italiano; Organização e criação de um museu; restauração da Capela de Santana que ainda possui traços da cultura de nossos ancestrais; entrar em contato com a mineradora que atua naquela comunidade para a realização da restauração e a ABNM assumiria a responsabilidade pela execução da obra; Implantação de aulas de italiano no “CEDO”, um trabalho voluntário; O Dr. Luigi Barindelli destacou a atuação da ABM por ser um movimento de italianidade e caminha a largos passos porque é um grupo de pessoas que vestem a camisa e não medem esforços e até sacrifícios para levar adiante a bandeira da cultura e resgate da história.

02/12/99 – Com a presença do sr. Henrique Zanellato, representante da UNESC, no projeto “italianidade”, designou 4 bolsistas para executar trabalhos de pesquisa; a ABNM participou em Curitiba-PR da comemoração dos 500 anos do descobrimento do Brasil;

01/03/2000 – Presidente José Crepaldi participa de reunião com o Cônsul para tratar assuntos da dupla cidadania; A ABNM assumirá a coordenação em nossa região para
organizar, através de pacotes, contratos de trabalho para pessoas que desejarem trabalhar no exterior, notadamente na Itália e Alemanha; os contratos serão enviados através da UNITAS;

28/05/2000 – Encontro festivo dos associados da ABNM com o objetivo de resgatar a cultura italiana nas comunidades e divulgação dos trabalhos realizados; preparação para a inauguração da restauração da Capela de Santa Ana com missa em italiano celebrada pelo Pe. Herval Fontanella – o baluarte.

25/07/2000 – Preparação para a recepção da comitiva italiana em novembro onde serão homenageados três cidadãos de Forno di Zoldo, it.; estabelecimento do programa da festa de Santa Ana, com a inauguração da restauração da Capela e o Jubileu de Prata sacerdotal do Pe. Enemésio Ângelo Lazzaris, nos dias 29 e 30 de julho na comunidade de Rio Albina;

01/03/2001 – Formação do Comitato Veneto de Santa Catarina, na qual a ABNM fará parte;

21/03/2001 – A ABNM garantiu um espaço para participação de programa de rádio comunitária cujo nome do programa será: “Mi son da Bellun” ;

01/08/2001 – Encontro festivo dos associados e a comunidade para o lançamento do CD do Grupo de canto “Mi son da Bellun”;

04/08/2001 - Escolha de um aluno do curso de língua italiana para viagem à Itália com as despesas pagas pela Associação “Amici di Rio Jordão” de Forno di Zoldo9.It.; tratativas para a organização da “Prima Festa del Rientro” para homenagear aqueles que trabalham no exterior;

27/11/2001 - O Cônsul italiano, sr. Mário Trampetti convida para a cerimônia de assinatura de acordo com o Governo de Santa Catarina para ministrar ensinamentos de Língua Italiana no estado, dias 5 e 6 e dezembro, em Florianópolis;

26/04/2009 - Em uma Assembléia Geral histórica, a ABNM, resolve assumir um dos objetivos explícitos na sua ata de fundação: resgatar o nome de fundação de nossa cidade: Nova Belluno ou Belluno, conforme prevê o art. 15 – Titulo III da nossa Lei Orgânica Municipal de 27/04/1990. Porém, após ouvir sugestões de diversas pessoas, achamos por bem mudar a proposta: em vez de Nova Belluno, decidimos homenagear o antigo e o novo: acrescentar Nova Belluno a Siderópolis. Seremos a única cidade do Brasil a ter dois nomes. Dois nomes com história; e sem nenhum custo, sem nenhum gasto.


Em 13 e 14/11/2010 – reforço do Gemellaggio em Rio Jordão, com a presença de autoridades politicas e religiosas, destacando-se o Dr. Oscar de Bona, Presidente da ABNM mundial, onde, na ocasião, o Bispo Dom Enemesio fez o lançamento do livro “Familia Lazzaris” - Tributo a um Imigrante.

Em Out e Nov de 2013 a Associação Bellunesi trabalhou arduamente para trazer da cidade de Belluno, na Itália a escultura de "San Martino", padroeiro da Província, doada
pelos moradores locais, para ser instalada na Capela de São Martinho Alto, no nosso município de Nova Belluno-Siderópolis, obra do escultor italiano Alex Zanella.


28/09/2013 -A ABNM recebe , por doação da Família de Raimundo Possenti, a atafona do Sr. Mundinho, para fazer parte do acervo municipal, uma peça fundamental para o futuro museu da cidade.

Atualmente, junto com a Camara Municipal, luta contra a CASAN para obter compensações ao Muncípio, por perda de área produtiva na Barragem do Rio São Bento.









GEMELLAGGIO SÓ DEU BONS FRUTOS.
OS BENEFICIOS OBTIDOS, GERADOS PELO GEMELLAGGIO.

Muitos benefícios foram ganhos pela comunidade de Rio Jordão, localidade de Zoldanos que aqui aportaram há mais de 120 anos, doados por entidades de Forno di Zoldo e Belluno na Itália.

Em função destas benesses, também o governo municipal, através dos prefeitos que, durante estes 15 anos, governaram Nova Belluno, passaram a investir na localidade, fazendo com que os seus moradores tivessem uma melhor qualidade de vida.

O Pe. Herval Fontanella teve papel fundamental em toda esta caminhada, e o sr. Roberto Prá o primeiro italiano a visitar Rio Jordão, foi o porta voz que notificou em Forno di Zoldo-It. que havia parentes de diversas famílias na localidade de Rio Jordão.

Os benefícios obtidos:

-A APAE recebeu duas doações: em torno de 16.000 dólares;
-300 armações de óculos foram distribuídas;
-Muitos livros para a escola e biblioteca;
-Aulas de italiano em vídeo conferência;
-Três cursos de italiano para professores da rede municipal realizados em Forno di Zoldo;
-Asfaltamento em torno da praça Forno di Zoldo ( recursos municipais);
-Urbanização da praça Forno di Zoldo ( em parceria com a comunidade);
-Drenagem do Rio (em parceria com o município);
-Rede d’água encanada para a comunidade;
-Rede telefônica pública;
-Auxilio para reconstrução de uma casa queimada;
-Monumento do Gemellaggio e o Portal da localidade com a “Bigorna e o Martelo”;
-Obra de arte (pintura) , do artista Bruno de Pellegrin, na parede do Centro Comunitário;
-Asfaltamento da Sede–Siderópolis ( Nova Belluno) até a ponte (recursos municipais e estaduais);
-Auxílio doença para diversas pessoas da comunidade;
-Construção da escola pública municipal( recursos municipais)
-Equipamentos para a escola: Copiadora, computador e outros equiptos;
-Intercâmbio de trabalho, onde descendentes com dupla cidadania, investem 91% das suas rendas no município e na localidade;
-Adoção à distância de crianças e jovens com problemas de saúde e financeiros;
-Calçamento da estrada que leva à capela São Floriano;
-Calçamento da estrada que leva ao cemitério e nas ruas dentro do mesmo;
-Ensino da língua italiana em toda a rede municipal de ensino;
-Intercambio gastronômico com jovens do muncípio;
-Construção do Centro comunitário e móveis (recursos municipais e parceria ;
Por isto, devemos agradecer nossos queridos compatriotas e prefeitos por tudo o que já fizeram para esta localidade muito importante para a nossa cidade.
-Benefícios culturais históricos e de profundas relações de amizade, onde inúmeras famílias de descendentes passaram a visitar os parentes italianos, bem como, conhecer a terra dos seus antepassados;

A comissão.


Powered by 123ContactForm | Report abuse